Em português, “Diablo III” terá Casa de Leilões com venda de itens por dinheiro real

Se depender da Blizzard, a chegada de “Diablo III” – ainda sem data conhecida, infelizmente – vai dar o que falar: semana passada a empresa reuniu jornalistas de todo mundo em sua sede, nos Estados Unidos, e revelou a Casa de Leilões, serviço que vai permitir aos jogadores comprar e vender itens livremente, por dinheiro de verdade.

No Brasil, “Diablo III” chegará totalmente em português, mas a Blizzard não confirma o lançamento simultâneo, argumentando que a localização é trabalhosa devido à enorme quantidade de diálogos para traduzir. Além disso, a empresa também não disse se o país terá uma Casa de Leilões local baseada em reais (R$) – o plano B seria uma Casa de Leilões baseada em ouro do jogo.

Com a Casa de Leilões, a Blizzard espera coibir o “mercado negro”, tão comum em “Diablo II”, quando itens eram comercializados em sites de leilão. Curiosamente, não haverá qualquer restrição ao número de ofertas de compra e venda diárias por jogador, o que significa que se alguém quiser comprar “Diablo III” e (tentar) viver do comércio dentro do jogo, poderá fazê-lo sem problemas.

“Na verdade, nem mesmo nós sabemos ao certo o que vai acontecer [com a Casa de Leilões]”, confessa Jay Wilson, diretor de “Diablo III”. Tudo poderá ser vendido por lá, de itens e armas até mesmo o próprio ouro do game. “O que queremos, basicamente, é oferecer um recurso útil aos jogadores, que sentíamos que eles queriam”.

Obviamente, a Blizzard terá a fatia dela: há uma taxa (a ser definida) paga por cada conteúdo vendido. Além disso, há também uma taxa para listar o produto, ou seja, colocá-lo em local diferenciado em relação aos demais. “É uma forma de separar itens comuns dos realmente raros”, explica Jay.

Os jogadores ficam anônimos durante as transações e, uma vez concretizada uma venda, o dinheiro vai para a conta do vendedor na Battle.net e há duas opções: utilizar os créditos em jogos e itens da Blizzard ou utilizar um meio de pagamento terceirizado (ainda a ser definido, conforme as regiões) para transferir o dinheiro para uma conta bancária, por exemplo. No segundo caso, haverá cobrança de taxa pela operação.

Ainda há muitos detalhes a serem definidos sobre a Casa de Leilões, como questões de câmbios e como o sistema vai funcionar em diferentes regiões do globo. Dê uma olhada no guia que a Blizzard preparou para tentar solucionar as principais dúvidas dos jogadores.

Conheça os guerreiros de Diablo III:

– Bárbaro:

O que ele mais gosta é de virar tudo de cabeça para o alto e nada o faz mais feliz que uma boa batalha. É especialista em combates corpo-a-corpo e conta com diversas Skills brutais para dizimar os oponentes. É uma boa classe para jogadores principiantes, pois tem força e resistência desde o início.

– Feiticeiro:

É a classe dos “pets”: ele conjura aranhas, cobras, sapos, zumbis e coisas do gênero. Adoro o fato de que, quando você está lutando com o Feiticeiro, é difícil diferenciar o que é real ou não. As criaturas, na verdade, são uma distração para causar danos e permitir que ele recupere o nível de Mana. É uma classe frágil, mas que não tem muitas habilidades de longa distância. Por isso precisa tanto dos “pets”.

– Arcanista:

É o típico arquétipo do mago: poderoso e capaz de lidar com coisas que as outras classes não conseguem, como controlar o tempo e o espaço. Entretanto, o Arcanista é fraco e deve ficar bem longe dos inimigos – por isso mesmo é uma classe de Skills de longa distância.

– Monge:

Focada em agilidade e velocidade, trata-se de uma classe de combates corpo-a-corpo. Como o Monge é um guerreiro santo, possui várias habilidades de recuperação, além de controle de elementos como fogo, vento e água. É uma das classes preferidas por quem tem proficiência em “Diablo III”.

– Caçador de Demônios:

Tudo o que o Caçador de Demônios quer, como o próprio nome sugere, é eliminar os demônios que escaparam do inferno. Para tal, utiliza muito o arco e flecha, além de projéteis, de forma em geral. É uma classe cheia de truques, como armadilhas e “gadgets” para tirar os inimigos de ação.

Confira um vídeo com 12 minutos de gameplay:

Fonte: Uol Jogos
Anúncios

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s