Playstation 4: Nome, especificações e outros detalhes

O anúncio oficial de um próximo videogame da Sony ainda pode estar a alguns meses (ou anos) de distância, mas acabamos de receber aqui no Kotaku alguns detalhes importantes sobre o tão discutido sucessor do PlayStation 3.

Para começar, o nome do videogame – ou pelo menos seu codinome – aparentemente é Orbis. E o plano é que ele seja lançado na temporada de Natal de 2013.

Os detalhes neste post vêm de fontes confiáveis que não estão autorizadas a falar publicamente sobre o hardware da próxima geração, mas que já compartilharam informações corretas conosco anteriormente. E essas informações específicas confirmam muito do que vinha se falando em termos de “especulações superficiais” do tal PS4 recentemente.

Procurado por nossa reportagem, um porta-voz da Sony se recusou a comentar os detalhes, citando a política da empresa de não comentar “rumores ou especulações”.

Que nome é esse?

Orbis. Repita comigo. Lembra um pouco a palavra “four” (quatro), não lembra? Com a vantagem de que ela não faz o próximo PlayStation ficar parecendo um filme de terror ruim.

Também é um nome cheio de significado. A própria palavra “Orbis”, do latim, significa círculo, anel ou até mesmo órbita. Nada muito explicativo. Mas combine isso com o nome do novo portátil da Sony, e você tem a expressão Orbis Vita (ou Orbis Vitae). O que poderia significar “ciclo da vida”. Seria o Vita muito mais que um ator coadjuvante no desenvolvimento e utilização do próximo PlayStation? Talvez.

Esse simbolismo também sugere que, em vez de ser um codinome, como aqueles que tradicionalmente as empresas utilizam na fase de desenvolvimento (como NGP ou Durango), esse tal Orbis poderia mesmo ser o nome definitivo. Ainda não sabemos, com certeza, então vamos ficar de olho.

Ao digitar vita.scedev.net, você chega ao portal da Sony para desenvolvedores do Vita. O mesmo acontece com NGP.scedev.net, em referência ao codinome que foi usado para o Vita. A versão PS4 dessa regra (ps4.scedev.net) não leva a lugar nenhum. Mas as versões PS3 (ps3.scedev.net) e Orbis (Orbis.scedev.net) funcionam, embora sem áreas específicas no caso do Orbis.

O próximo PlayStation, em resumo

– Está sendo chamado de “Orbis”, seja o nome oficial ou o codinome
– Deve ser lançado na temporada do Natal de 2013
– Não vai ser compatível com jogos de PlayStation 3
– Vai “linkar” os jogos novos em contas da PSN e usar “soluções” contra jogos usados
– Os jogos lançados estarão disponíveis tanto em Blu-Ray quanto via download
– As especificações incluem processador AMD x64 e GPU AMD Southern Islands

Especificações técnicas

Nossa fonte revelou algumas especificações básicas para o console, mas como a tecnologia não para, vamos ter em mente que tudo isso pode mudar entre hoje e o lançamento do Orbis. Mas se você quer saber com que números os desenvolvedores estão fazendo planos agora, vamos lá:

– Processador AMD x64
– Chip gráfico (GPU) AMD Southern Islands

Já tínhamos ouvido sobre o processador antes, mas o caso da GPU é interessante. Esse é o nome que a AMD usou em várias de suas placas de vídeo topo de linha para PCs em 2012. A GPU do tal PS4, especificamente, seria capaz de rodar jogos em uma resolução de 4096×2160, muito acima da maioria das TVs de alta definição. Ela também poderia rodar jogos em 3D com resolução de 1080p (coisa que o PS3 só fazia direito com 720p).

Nas lojas em 2013

Segundo nossa principal fonte, “desenvolvedores selecionados” têm recebido kits de desenvolvimento para o Orbis desde o começo de 2012. Versões revisadas e melhoradas desses kits teriam circulado pela GDC, e unidades beta mais “finalizadas” serão enviadas aos desenvolvedores no final deste ano, ainda segundo a nossa fonte.

E isso, felizmente, deve dar aos estúdios tempo suficiente para terminarem seus jogos a tempo do lançamento do Orbis, que seria no final de 2013. Se você se lembra do lançamento do PS3 – se não, tudo bem, já faz um tempo -, vai ver que ele também foi lançado na temporada de compras de final de ano (novembro de 2006 no Japão e nos EUA).

Adeus, jogos de PlayStation 3

Você se lembra como o PlayStation 3 aos poucos abandonou a compatibilidade com jogos de PS2? Pois nossa fonte diz que o Orbis não vai nem se preocupar com isso, e que a Sony não tem planos de possibilitar uma retrocompatibilidade com os jogos já lançados de PlayStation 3.

Patrulha dos jogos usados

Assim como no caso Xbox/Durango, ouvimos de diversas fontes que o Orbis também vai ter algum tipo de “solução” contra jogos usados. Segundo a nossa principal fonte, está funcionando assim: os novos jogos lançados para o console vão estar disponíveis tanto em Blu-Ray quanto via download na PSN (sim, até mesmo os jogos “de caixinha”). Se você comprar o disco, o jogo deve ser ligado a uma única conta da PSN, e depois disso você pode jogar o game, salvá-lo inteiro no seu HD ou armazená-lo como um jogo “baixado” no seu histórico da PSN para baixar gratuitamente quando quiser.

Mas não pense que você vai poder, simplesmente, comprar o disco e ficar offline; assim como em vários jogos de PC, você vai precisar de uma conta (no caso, da PSN) para ficar online, para começo de conversa.

Se você decidir trocar ou vender o jogo, o novo dono vai ter algumas limitações. Nossas fontes não deram detalhes exatos de como as coisas vão funcionar para os usuários de jogos usados, mas acredita-se que esses jogos serão limitados a uma forma de “trial” ou outra restrição de conteúdo, e o jogador teria que pagar para destravar/registrar o jogo completo.

Isso permitiria que os jogos usados continuassem sendo vendidos, principalmente em redes como a GameStop, e ao mesmo tempo aliviaria a barra das produtoras, que não precisariam mais inventar suas catastróficas ferramentas de controle como passes online e DRM.

Em dezembro de 2012…

Um post publicado no Pastebin em dezembro passado também se referia ao PlayStation 4 como Orbis, da mesma maneira que o próximo Xbox vem sendo chamado de Durango. As especificações técnicas desse post do Pastebin são bem diferentes do que nossas fontes disseram, e a falta de um disco rígido iria contra a ideia de baixar jogos completos para o videogame.

O post do Pastebin também menciona que nomes grandes como EA estariam decepcionados porque o Orbis seria muito menos potente que o lendário “Xbox 720″, então pode ser que eles estivessem falando de um protótipo inicial que não foi adiante. Nós entramos em contato com a EA para sabermos mais do assunto.

Isso é tudo o que temos até o momento. Vale lembrar que essas informações não foram confirmadas ainda, e que até mesmo dados que são “oficiais” hoje podem sofrer alterações até o lançamento do console. Essas informações são apenas o que nos disseram que a Sony está planejando/trabalhando atualmente. Com isso em mente, o que vocês acham desse Orbis/PS4 até agora?

Fonte: Kotaku
Anúncios

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s