DEAD SPACE 3: EA DIVULGA NOVIDADES E VÍDEO COM 20 MINUTOS DE GAMEPLAY

Agora que Dead Space 3 já foi devidamente oficializado, a Electronic Arts começa a divulgar as primeiras novidades sobre o game. Ah, e ela lançou também um vídeo com quase 20 minutos de gameplay! Confira tudo isso na sequência!

Antes de irmos para o vídeo, vamos às novidades: a Electronic Arts confirmou que o game deve ter mais ação e menos terror, o que é uma pena, visto que Dead Space era uma das poucas franquias realmente assustadoras que surgiram nos últimos tempos.

Isso fica evidente pela nova mecânica de jogo, que agora conta com um sistema de cobertura (para se esconder atrás de paredes, caixas e outros obstáculos), o que deixa claro que agora teremos tiroteios e sequências de ação mais intensas.

Outra novidade curiosa está na recarga das armas: antes, você tinha que coletar um tipo de munição específico para cada arma. Agora, haverão caixas com munição “genérica”, que poderá ser utilizada em qualquer arma, ou seja, desta vez a falta de munição não deverá ser um problema.

Por fim, a melhor novidade é sem dúvida o sistema de jogo  cooperativo, que terá um sistema drop in/drop out para que outros jogadores online entrem em sua partida a qualquer momento.

Jogando cooperativamente – com Isaac e Carver – os jogadores experimentarão uma maneira diferenciada de jogar, com novas cutscenes, diálogos e estratégias que não são vistos quando se joga sozinho. Teremos até mesmo os  tensos momentos de zero gravidade para dois jogadores!

Bom, mas chega de papo: confira abaixo o vídeo onde o produtor do game, Steve Papoutsis, fala um pouco sobre o jogo e mostra muitos momentos de gameplay:

Dead Space 3 segue em desenvolvimento, e só deve ser lançado no início de 2013. Estão confirmadas versões do game para PCPlaystation 3 e Xbox 360.

FONTE: ARKADE

Crysis 3 aparece no Origin

Será que o anúncio de Crysis 3 é iminente? Isto não é muito improvável. Em primeiro lugar,o desenvolvedor da Crytek no mês de abril comentou sobre um título “absolutamente fantástico” para consoles e PC. Hoje, o fundador do estúdio Cevat Yerli revelou a seus seguidores no Twitter, que agora era questão de “poucos dias”, e ele já está “extremamente animado”.Nosso poder de dedução conecta as duas declarações e nos levam diretamente a Crysis 3.

Aí entra a revista GameReactor em jogo: Na capa da próxima edição (data de publicação: 16 de Abril),vem uma imagem onde parece mostrar uma alta elevação de complexos, o que poderia corresponder a Crysis (2). Mas isso não é tudo: Ao alterar o brilho e o contraste da capa, pode ser visto na parte superior das estruturas as características do nanosuit.

Graças a uma fuga de informação no Origin, a plataforma de vendas digitais da Electronic Arts, Crysis 3 foi confirmado. O jogo apareceu por breves momentos na plataforma. A capa do jogo também foi revelada no processo.

Veja imagem!!

Fonte: Eurogamer / Pcgames

EA divulga mais detalhes sobre os recursos e as exigências do novo SimCity

Electronic Arts e a Maxis  confirmaram várias informações sobre os processos de venda e conectividade do novo SimCity, exclusivo para PCs. O simulador não será vendido somente no Origin, loja virtual da EA, mas também em outros serviços de distribuição digital. Por outro lado, vai exigir que os jogadores estejam constantemente conectados ao Origin ao jogar, mesmo que não seja onde o game foi comprado.

SimCity

Não foram divulgados detalhes sobre outras lojas virtuais que possam vender o jogo, como o Steam, nem se o jogo será lançado em disco. A EA afirma que a conexão constante à internet é necessária para o multiplayer e para o impacto das decisões do jogador na economia global do jogo. É claro que a decisão foi tomada também para evitar a pirataria. Dito isso, a empresa avisou que SimCity não dará suporte amods, ao menos não nas primeiras semanas após o lançamento.

“Neste momento estamos trabalhando em desenvolver um produto com o nível de qualidade que a série SimCity merece”, disse Ocean Quigley, diretor de criação da Maxis. “Após o lançamento, tomaremos decisões sobre como e quando daremos abertura a mods.”

“O motivo pelo qual as pessoas ainda jogam SimCity 4 quase dez anos depois é a comunidade de modders que essencialmente recriou o jogo e o preencheu com novo conteúdo, corrigindo bugs e tornando-o um hobby tanto quanto um game”, continua Quigley: “Reconhecemos isto. Não somos idiotas.”

Chamado simplesmente de SimCity, o mais novo game da série só será lançado em 2013.

Fonte: Techtudo 

Qual o futuro que a EA vê para seus shooters?

Não vão faltar shooter militares em primeira pessoa na nossa vida se depender da Electronic Arts. Foi o que a produtora nos contou durante um encontro em Nova York nesta semana.

“Eu acho que o gênero é grande o bastante, e são experiências diferentes”, disse o chefão Peter Moore sobre os shooters da casa ? Battlefield, Medal of Honor, Bad Company?

Um dia antes, a assessoria da EA havia mandado um convite para um evento em San Francisco que trazia um logo de Medal of Honor, série que foi ressuscitada em 2010. É um indício de que devemos ter um novo MoH em breve.

Moore não confirmou a existência do jogo, mas fez comentários gerais. Sem citar exatamente o que a EA está planejando, ele falou das diferenças entre “os grandes campos de batalha de Battlefield” e “o que a EA já fez no passado com Medal of Honor”, que é mais baseado em esquadrões, em combate corpo-a-corpo. “Eles não são a mesma coisa. Acho que existem subgêneros dentro do FPS em que nós podemos fazer diferença.”

E o que dizer de Battlefield: Bad Company, a série que nasceu para os consoles numa época em que o Battlefield “original” era praticamente um privilégio dos PCs? Eu acho que Moore confundiu com “Battlefield Heroes”, porque ele respondeu: “Se você analisar os diferentes modelos de negócio envolvendo microtransações e jogos “free-to-play”? Bad Company tinha aquele senso de humor que agradava as pessoas. Era completamente o oposto de Battlefield 3, mas eu acho que a franquia Battlefield é muito elástica, existe espaço para tudo isso.”

(Mas e sobre Bad Company? Fui tirar as dúvidas com um representante da EA para saber se Moore estava falando de Battlefield Heroes, e ele confirmou que sim. Já sobre Bad Company, o representante disse por email: “Obviamente, não temos nenhum comunicado a fazer sobre isso, mas nós vemos Bad Company como um componente bastante importante nas engrenagens de Battlefield.”

A EA pode estar prestes a colocar Medal of Honor no palco principal este ano, mas ela também vai tentar manter a relevância de Battlefield 3. E Moore revela sua admiração por Call of Duty Elite, o serviço de assinatura da rival Activision que oferece acesso antecipado e com desconto a expansões durante nove meses aos jogadores de Modern Warfare 3.

“O que a Activision fez com o Elite ? quando você fala com revendedores que comercializaram os cartões e com os jogadores que gostaram do negócio ? foi algo fenomenal no sentido de aprimorar o marketing digital”, disse Moore. “Com certeza, nós ainda temos algo a anunciar nesse campo. Vamos analisar diferentes modelos de negócio que possam ser uma boa para o consumidor.”

Em outras palavras, “Nós continuamos pensando em maneiras de manter o disco no drive, digamos assim.”

Segundo Moore, Battlefield 3 tem hoje mais de 11 milhões de jogadores. “Como você pode ver, ele não vai ser o último FPS da EA. E como você dá continuidade a isso? Você tem um público imenso que está adorando o jogo. É um grande jogo multiplayer.”

Ele começa a lembrar de seus dias como um dos principais executivos da divisão de Xbox na Microsoft. “Como você dá continuidade, como eu fiz nos velhos tempos de Halo [para manter o jogo atraente?]. Você precisa acrescentar mapas ou o que for?”

“E, como você imagina, nós estamos trabalhando nisso”, encerrou.

Fonte: GameVício