Informações já conhecidas de Diablo III

Todos os fans de RPG, sabem que a série Diablo, têm muito o que falar, a nossa equipe jogou um pouco do Beta do novo jogo da produtora Blizzard Entertainment que é Diablo III, vem com muitas novidades entre elas a dublagem em nossa
língua materna o português, contudo essa não e a unica novidade entre elas estão a questão dos gráficos e enredo, coisa que quem já jogou pode perceber gráficos e enredo pra deixar qualquer um de queixo caído.

Diablo III referente ao seu antecessor melhorou muito porém seu estilo do jogo continua o mesmo (vista de cima), porém com um toque de grande tenologia e efeitos 3D, deixando você mergulhado dentro do mundo Diablo com efeitos dignos de um sucesso.

Além dessas novidades também já temos a listagem de 5 classes da série Diablo as cincos classes são:

Bárbaro: A personagem volta a série muito mais velho e com muitas cicatrizes, por conta de inúmeras batalhas por ele travadas.

Feiticeiro: Personagem exclusivo deste jogo da série, como o nome já diz o feiticeiro, têm poderes exclusivos como reviver os mortos e entre outros.

Arcanista: Personagem exclusivo deste jogo da série uma classe de magos com magias arcanas e elementais.

Monge : Tem um modo de luta semelhante ao Paladin, do jogos anteriores porem tem novas habilidades, na minha opinião são os melhores dá série.

Caçador de Demônios: São especialistas em armas são muitos semelhantes com alguns personagens do jogo anterior da série, também são bons de jogar.

Vamos aguardar esse sucesso da Blizzard Entertainment e pedir que quando sair não vir com muitos bugs e claro vamos também curtir esse jogão de vai lançar dia 15 de maio.

Com a versão beta não foi possível avaliar o jogo, vamos aguardar para melhor analisarmos o jogo.

Fonte: Masterfullgames
Anúncios

Novo trailer de Starhawk mostra a história do jogo

A Sony divulgou o primeiro trailer de Starhawk focado no enredo do game, mostrando as motivações dos personagens centrais e um pouco da ação que veremos na telinha. A companhia fez isso para lembrar aos seus fãs que o game multiplayer também tem um modo de história.

Starhawk é, na verdade, sequência de Warhawk, lançado em 2007. O game repete a fórmula do anterior, mas traz novidades: leva os jogadores a conflitos online com visão em terceira pessoa para até 32 participantes. Toda a saga é focada na vida de dois homens que tiveram o universo ao seu redor modificado.

A principal diferença, porém, está na ambientação. Warhawk mostrava uma guerra mais atual, com o uso de aviões tecnológicos e outros elementos de conflito, como tanques. Starhawk, por sua vez, se passa no espaço, em diferentes planetas, remetendo a um futuro distante.

O game chega em maio, para PlayStation 3. Fique com o vídeo.

Fonte: VG247

Divulgado novo trailer de RE: Operation Raccoon City

A Capcom divulgou um novo trailer de Resident Evil: Operation Raccoon City. Voltado inteiramente a cenas de ação, as imagens exibem momentos de luta entre Leon, Claire e os agentes da Umbrella, bem como a traição de Nicholai e diversas aparições de Nemesis.

HUNK também é mostrado com destaque, tanto em sua missão de roubo de amostras do G-Vírus quanto dando ordens aos membros do Wolfpack, o grupo de agentes da Umbrella que será controlado pelo jogador.

Também foram reveladas novas imagens do game. Confira algumas delas:

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
Fonte: Residentevilsac

Os avanços gráficos de Skyrim: Em comparação com Oblivion

Quando Elder Scrolls IV: Oblivion foi lançado, fãs e críticos saudaram os gráficos de ponta do jogo.

A Bethesda fez uso de uma Engine de física melhorada Havok e utilizou iluminação dinâmica para criar ambientes mais realistas. Além disso, ferramentas de geração de conteúdo permitiram aos desenvolvedores criar rapidamente terrenos detalhados. Bem, os mais detalhados que em 2006 poderiam ser oferecerecidos. Não há como negar, quando Oblivion foi lançado os gráficos estavam à frente do seu tempo.

Agora, com o lançamento de Elder Scrolls V: Skyrim, os gráficos estão muito à frente em comparação. Mais uma vez, foram mostradas imagens que destacam o visual impressionante do jogo. Muito parecido com Oblivion, Skyrim será a potência gráfica deste ano. Olhe para as texturas, os personagens estão muito mais detalhados!

E sim, é tudo verdade. Obviamente, Skyrim está muito á frente de Oblivion. Seria estúpido comparar os dois jogos. Afinal Oblivion foi criado 5 anos antes de Skyrim. Em vez disso, essa comparação é mais um tributo aos avanços que a Bethesda fez graficamente com Skyrim.

Com base nos requisitos de sistema para PC de Elder Scrolls V: Skyrim, parece que o jogo não vai ser muito exigente para obter esses gráficos que parecem magníficos em seu computador.

Imagens comparando o avanço grafico das duas versões:

imagem
imagem
imagem

Imagens de Oblivion:

imagem

Imagens de Skyrim:

imagem
imagem
imagem
Fonte: Gamezone

No PC, “L.A Noire” roda em máquinas modestas; veja os requisitos

Anunciada há pouco mais de três meses, a versão para PC de “L.A. Noire” já tem data para chegar às lojas e aos canais de distribuição digital Steam e OnLive: 8 de novembro. O valor do jogo é de US$ 49,99.

A Rockstar Games também aproveitou a ocasião para anunciar que a versão para computadores encarta um código que permite o download de todos os adicionais para o jogo, bem como os requisitos de sistema para rodar o game:

REQUISITOS DE SISTEMA PARA “L.A. NOIRE”

Sistema operacional: Windows 7, Windows Vista com SP 1, Windows XP com SP 3 e OnLive para PC ou Mac
Processador: Intel Dual Core 2.2GHz a Quad Core 3.2GHz ou AMD Dual Core 2.4GHz a 3.2GHz
Memória: de 2GB a 8GB
Espaço em disco: 16GB
Placa de vídeo: GeForce 8600 GT 512MB a GeForce GTX 580 1536MB ou Radeon HD 3000 512MB a Radeon HD 6850 1024MB
Som: compatível com DirectX 9

Investigação de crimes em Los Angeles

“L.A. Noire” se passa na Los Angeles de 1947, na qual o jogador deve resolver os mistérios por trás de uma série de assassinatos brutais. O protagonista é Cole Phelps, policial que tem a missão de limpar as ruas da cidade dos crimes. O agente tem que lidar com uma força policial corrupta, do mais baixo ao mais alto escalão, assim como algumas “coisas bem ruins” que ele mesmo fez durante a Segunda Guerra Mundial.

A mecânica de jogo básica em “L.A. Noire” envolve a resolução de casos através de um mix de investigação, depoimentos e interrogatórios, pacíficos ou nem tanto. Os sistemas de depoimentos e interrogatórios são uma parte interessante do game, pois fazem uso da tecnologia de animação facial “revolucionária”, segundo a Team Bondi, responsável pela produção do game.

O jogo já conta com versões para PlayStation 3 e Xbox 360.

Fonte: GameVício

Em português, “Diablo III” terá Casa de Leilões com venda de itens por dinheiro real

Se depender da Blizzard, a chegada de “Diablo III” – ainda sem data conhecida, infelizmente – vai dar o que falar: semana passada a empresa reuniu jornalistas de todo mundo em sua sede, nos Estados Unidos, e revelou a Casa de Leilões, serviço que vai permitir aos jogadores comprar e vender itens livremente, por dinheiro de verdade.

No Brasil, “Diablo III” chegará totalmente em português, mas a Blizzard não confirma o lançamento simultâneo, argumentando que a localização é trabalhosa devido à enorme quantidade de diálogos para traduzir. Além disso, a empresa também não disse se o país terá uma Casa de Leilões local baseada em reais (R$) – o plano B seria uma Casa de Leilões baseada em ouro do jogo.

Com a Casa de Leilões, a Blizzard espera coibir o “mercado negro”, tão comum em “Diablo II”, quando itens eram comercializados em sites de leilão. Curiosamente, não haverá qualquer restrição ao número de ofertas de compra e venda diárias por jogador, o que significa que se alguém quiser comprar “Diablo III” e (tentar) viver do comércio dentro do jogo, poderá fazê-lo sem problemas.

“Na verdade, nem mesmo nós sabemos ao certo o que vai acontecer [com a Casa de Leilões]”, confessa Jay Wilson, diretor de “Diablo III”. Tudo poderá ser vendido por lá, de itens e armas até mesmo o próprio ouro do game. “O que queremos, basicamente, é oferecer um recurso útil aos jogadores, que sentíamos que eles queriam”.

Obviamente, a Blizzard terá a fatia dela: há uma taxa (a ser definida) paga por cada conteúdo vendido. Além disso, há também uma taxa para listar o produto, ou seja, colocá-lo em local diferenciado em relação aos demais. “É uma forma de separar itens comuns dos realmente raros”, explica Jay.

Os jogadores ficam anônimos durante as transações e, uma vez concretizada uma venda, o dinheiro vai para a conta do vendedor na Battle.net e há duas opções: utilizar os créditos em jogos e itens da Blizzard ou utilizar um meio de pagamento terceirizado (ainda a ser definido, conforme as regiões) para transferir o dinheiro para uma conta bancária, por exemplo. No segundo caso, haverá cobrança de taxa pela operação.

Ainda há muitos detalhes a serem definidos sobre a Casa de Leilões, como questões de câmbios e como o sistema vai funcionar em diferentes regiões do globo. Dê uma olhada no guia que a Blizzard preparou para tentar solucionar as principais dúvidas dos jogadores.

Conheça os guerreiros de Diablo III:

– Bárbaro:

O que ele mais gosta é de virar tudo de cabeça para o alto e nada o faz mais feliz que uma boa batalha. É especialista em combates corpo-a-corpo e conta com diversas Skills brutais para dizimar os oponentes. É uma boa classe para jogadores principiantes, pois tem força e resistência desde o início.

– Feiticeiro:

É a classe dos “pets”: ele conjura aranhas, cobras, sapos, zumbis e coisas do gênero. Adoro o fato de que, quando você está lutando com o Feiticeiro, é difícil diferenciar o que é real ou não. As criaturas, na verdade, são uma distração para causar danos e permitir que ele recupere o nível de Mana. É uma classe frágil, mas que não tem muitas habilidades de longa distância. Por isso precisa tanto dos “pets”.

– Arcanista:

É o típico arquétipo do mago: poderoso e capaz de lidar com coisas que as outras classes não conseguem, como controlar o tempo e o espaço. Entretanto, o Arcanista é fraco e deve ficar bem longe dos inimigos – por isso mesmo é uma classe de Skills de longa distância.

– Monge:

Focada em agilidade e velocidade, trata-se de uma classe de combates corpo-a-corpo. Como o Monge é um guerreiro santo, possui várias habilidades de recuperação, além de controle de elementos como fogo, vento e água. É uma das classes preferidas por quem tem proficiência em “Diablo III”.

– Caçador de Demônios:

Tudo o que o Caçador de Demônios quer, como o próprio nome sugere, é eliminar os demônios que escaparam do inferno. Para tal, utiliza muito o arco e flecha, além de projéteis, de forma em geral. É uma classe cheia de truques, como armadilhas e “gadgets” para tirar os inimigos de ação.

Confira um vídeo com 12 minutos de gameplay:

Fonte: Uol Jogos

Zelda Skyward Sword’s terá entre 50 à 100 horas de jogo com direito a boss challenge

 Se voce esta com saudades dos jogos harcore RPG’s que voce ficava horas e horas querendo descobrir todos os segredos e explorar o jogo ao maximo, o novo Zelda da Nintendo parece que definitivamente resgatará essa magia. Ja foi comunicado a impressa que Skyward Sword’s será o melhor jogo Zelda já feito e com certeza garantirá uma vaga a varias premiações nesse ano e talvez a um possivel GOTY, já que o jogo sempre é extremamente bem recebido pela critica, essa ano titulos como Battlefield e Call of Duty irão movimentar seus bilhoes de dolares em receitas do mundo todo, mas jamais tiraram o brilho e a magia que Zelda irá encarnar.

Foi anunciado que Zelda Skyward Sword’s terá “segundo playthrough (fora do jogo) e um modo maximo de desafios chamado de “boss challenge” 

Se você pensou em não adquirir a mais recente missão de Link, pense novamente. Durante a conferência de imprensa da Tokyo Nintendo Game Show, a empresa afirmou que o jogo terá um ” segundo playthrough ” e um modo de desafio chefe que equivale entre 50 e 100 horas de jogo. Detalhes específicos sobre o que exatamente esses modos proporcionam não foi anunciado, mas foi confirmado que Skyward Sword usará um sistema de sugestão (hint system) semelhante ao de The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D.

Fonte: GameVicio

Resident Evil 4 HD e Code Veronica HD com datas de lançamento!

Os fãs da franquia Resident Evil estão, sem dúvida, curiosos sobre as datas de lançamento para os previamente anunciados, remakes de alta definição dos jogos Resident Evil 4 e Resident Evil: Code Veronica. Bem, enquanto nós sabíamos que os jogos saíriam no Japão em 8 de setembro, como parte do pacote do 15º aniversário, a Capcom esclareceu as coisas na Comic-Con, anunciando que Resident Evil 4 HD chegará na “PSN” e na “360 Games on Demand” em 20 de setembro de 2011 nos EUA. Resident Evil: Code Veronica HD terá seu lançamento uma semana mais tarde, em 27 de setembro de 2011.

Fonte: Gametrailers
Tradução: Lucas A. Pereira